fear

Insegurança na hora de falar inglês?

Você se sente inseguro para falar inglês? Você não está sozinho. A grande maioria dos alunos que buscam os cursos da minha consultoria, a Expresse Idiomas traz essa dificuldade quando realizo as entrevistas de avaliação de necessidades. Por isso, vou listar 4 dicas para te ajudar a lidar com essa insegurança e enfrentar cada obstáculo linguístico que apareça no seu caminho profissional.

#1 – Evite comparar a sua performance com a dos outros

Sabe aquele ditado que “a grama do vizinho é mais verde”? Então, o inglês do seu colega ou do seu chefe pode te parecer sempre melhor que o seu. Só que na realidade a questão é possivelmente mais simples: essa outra pessoa, “o rei ou a rainha do inglês fluente” acima de tudo não deixa transparecer suas inseguranças. Por dentro, eles podem estar super nervosos e até achando que não estão se saindo muito bem. Ao invés comparar o seu inglês com os dos colegas e veja o quanto você progrediu desde o primeiro dia que começou a estudar inglês até agora. Essa é uma comparação mais saudável, contribui para sua auto-estima e pode te ajudar a enfrentar diversos desafios com o idioma.

#2 – Descubra se o problema é mesmo o inglês

O ‘coitado’ do inglês recebe a culpa por tudo. Por que não parar e examinar melhor os contextos em que você precisa se comunicar em inglês e as pessoas envolvidas? Digo isso porque é comum um aluno fluir muito bem em aula mas temer perder a fluência em uma conference call em inglês, por exemplo. Sabe por quê? Em uma situação como essa, ou em apresentações e reuniões, nos sentimos mais expostos. Os participantes nos observam e nos sentimos avaliados a cada momento. Então, é possível inferir que o problema não é necessariamente o inglês (já que você flui bem em aula), mas sim o sentir-se avaliado por chefes, pela equipe ou pelo cliente. Como é a questão da avaliação para você? Investigue e busque profissionais que saibam te ajudar com esse tipo de questionamento.

#3 – Não deixe o preconceito linguístico do outro virar a sua dor

Muitas pessoas se acham aptas a avaliar o inglês de outra pessoa. Eu sempre questiono: qual embasamento linguístico essa pessoa tem? Ela é especialista em inglês? Tem experiência em avaliações linguísticas? Quando quem te avalia não é um especialista em língua inglesa, então esse julgamento pode ser entendido como preconceito. Não tem embasamento teórico nenhum. Não te ajudará a melhorar em nada. Só servirá para afetar a sua auto-estima e prejudicar a sua performance. Como disse José Leon Crochík em sua obra “Preconceito, Indivíduo e Cultura”,

onipotência (…) pela qual o preconceituoso se julga superior ao seu objeto corresponde à impotência que sente para lidar com os sofrimentos provenientes da realidade.

Em outras palavras, o preconceito do outro só deve servir para nos mostrar as fragilidades e dificuldades dele para lidar com o mundo ao seu redor. Encaremos, então, o não especialista que julga o seu inglês como alguém com dificuldade de encarar sua própria realidade.

#4- Trabalhe suas expectativas

Em um congresso nos EUA em 2012, conversei com uma colega especialista em inglês para negócios e chegamos às mesmas conclusões em nossas pesquisas. A empresa quer que você consiga resolver problemas em inglês. O famoso “English to get business done“. O seu empregador está mais preocupado com o andamento dos negócios e os resultados do que com possíveis erros gramaticais que você possa cometer ao se comunicar, Mais vale um falante de inglês persuasivo, do que um com inglês ‘avançado’ que não consegue negociar.

Resumindo:

  • Pare de comparar seu inglês com o do colega para reduzir o seu stress e sua ansiedade antes de apresentações, reuniões ou conference calls;
  • Se você flui bem em aula, investigue como você se sente quando está sob avaliação;
  • O preconceito linguístico do outro diz mais sobre ele do que sobre você
  • Enfoque a resolução dos problemas, não os erros em inglês.

__________________________________________________________________________________________________________

Quer aprimorar sua segurança linguística em inglês? A Expresse tem uma equipe super qualificada para te ajudar. Quer dicas para aprimorar seu inglês? Siga o nosso canal no Youtube, o Save Me Teacher. Quer dicas de inglês todo dia? Nos siga no Instagram em @savemeteacher.

Deixe seu comentário: