leia para se inspirar

3 dicas para ler em inglês e se inspirar

Chamem-me de professora pouco tradicional (sou mesmo!). Vejo o aprendizado de um novo idioma como uma porta para o autodesenvolvimento e sua decorrente transformação. E vou te ensinar a largar um pouco o dicionário e as anotações para que você aprenda a se divertir com a leitura em inglês.

Sim! Existe uma teacher que vai te pedir pra largar o dicionário e pôr as pesquisas de lado um pouco 🙂 E ela sou eu <3

Expanda seus horizontes. A leitura em outro idioma não precisa ser dolorosa, nem obrigatória, nem feita de forma autoritária (leia porque estou mandando você ler #not).

Eu já escrevi um texto sobre como utilizar a leitura em inglês para aprimorar seu vocabulário, mas desta vez meu objetivo é outro. Quero destacar o potencial de se utilizar uma segunda língua para se encantar e aprender outras coisas.

Como assim?

Ao invés de ler em inglês exclusivamente para aprender inglês (que requer uma forma sistemática de leitura), você pode e deve ler livros com temas que te encantam para poder expandir seus conhecimentos (e de quebra aprimorar seus conhecimentos do idioma).

Nessa minha proposta, o foco é a leitura pelo prazer de ler e pela vontade de aprimorar outras áreas da vida. E vou ensiná-lo a fazer isso utilizando como exemplo um dos livros que li recentemente: Year of Yes (Shonda Rhymes)

Como fazer?

1) Selecione um livro sobre um tópico de interesse ou sobre um autor que você admira

No meu caso, sempre fui reticente a livros de autoajuda por crer que não existem fórmulas prontas para a vida. Mas não podia deixar passar em branco um livro motivacional escrito por uma das minha autoras de séries favoritas, a Shonda Rhymes (escritora das séries Grey’s Anatomy, Scandal e Private Practice e produtora de How to get Away with Murder e The Catch).

Todas disponíveis na Netflix, exceto Private Practice.

Deixei meu preconceito pelo gênero textual de lado e resolvi ouvir o que ela tinha a dizer para mim. Um voto de confiança para a autora que já me emocionou tanto com suas personagens femininas empoderadas como Meredith Grey e Olivia Pope (não há um dia em que eu não me pergunte: what would Olivia Pope do?)

2) Decida se você precisa de mais ou menos ajuda com vocabulário

Para quem precisa de mais ajuda do dicionário, eu recomendo o formato ebook. Particularmente, sou fã do Google Books porque acho a interface mais intuitiva. Nele, basta selecionar a palavra que você não conhece e, automaticamente o aplicativo te dá o significado dela.

Isso representa menos tempo gasto em pesquisas e um foco maior na interação direta com o próprio texto. Pausas maiores e mais frequentes para anotações e buscas podem tirar a graça de se ler um livro pelo prazer de ler. Portanto, para o objetivo de se entreter e aprender coisas novas além do idioma, só pesquise o que for extremamente necessário. Para o restante, use o contexto e have fun!

E…

3) Se inspire em inglês

Eu busquei um livro para me inspirar. Eu queria ler o depoimento de Shonda sobre o momento que decidiu dizer sim para as propostas que recebia (ela abertamente diz na mídia que se define como uma pessoa introspectiva, voltada aos seus textos e com dificuldades para socializar).

Mas como eu sabia que essa obra poderia me inspirar?

Em primeiro lugar, assisti à TED talk dela (autores de TED talks normalmente têm livros publicados ou indicam alguns).

Em segundo lugar, olhei para a minha rotina profissional e pessoal e percebi que eu precisava de um livro que me desse um empurrãozinho. Era isso que eu queria do livro. Esse era o meu objetivo.

E por isso escolhi Year of Yes…

E de querbra, praticar inglês!

Com essas três dicas, você já conseguirá escolher um livro em inglês para ler. Se meu depoimento sobre Year of Yes te encantou, você poder dar uma chance para esse livro também. Não dei mais detalhes sobre ele para não dar spoilers e não estragar o seu encantamento com essa leitura.

Se você escolher outro livro, deixe seu depoimento nos comentários. Quem sabe sua escolha não inspira alguém?

Deixe seu comentário: